Dicas para escolha de um curso superior

Antes mesmo de concluir o Ensino Médio os estudantes se perguntam muitas vezes qual curso superior escolher e qual carreira seguir.

A resposta para essa pergunta é importante porque esse é o primeiro passo para iniciar a construção de uma carreira profissional.

É normal sentir-se apreensivo nesse momento. Mas quando você identificar suas habilidades e afinidades, poderá sentir-se mais seguro para fazer uma boa escolha.

1. ESCOLHA UMA DAS TRÊS GRANDES ÁREAS

As áreas de conhecimento se dividem em:

  • Humanas
  • Exatas
  • Biológicas

Em humanas estão incluídas algumas disciplinas tais como as línguas, sociologia, história, filosofia e geografia. Nas exatas estão incluídas a matemática, física, química e computação. E nas biológicas estão incluídas a genética, biologia e educação física.

Por que escolher uma dessas áreas?

Porque dependendo da profissão que escolher, precisará ter maior conhecimento em Línguas ou em Biologia. Como um advogado, por exemplo, deve ter um bom conhecimento da Língua Portuguesa para interpretar as leis.

Uma maneira prática para descobrir em qual área você se dá melhor é observando a sua trajetória escolar, através do histórico, do boletim e das aulas.

2. FAÇA UMA LISTA DE SUAS HABILIDADES

Coloque no papel suas habilidades e interesses. Faça uma lista de verdade escrevendo coisas como: desenhar, ler, jogar jogos de raciocínio, produzir vídeos.

Ao fazer isso você desenvolve o autoconhecimento e percebe o que gostaria de fazer no dia a dia, percebe se gostaria mais de trabalhar em ambientes que exigem dinâmica e movimento; ou em ambientes mais tranquilos, trabalhando em frente a um computador.

Ou ainda, se você for uma pessoa com facilidade de dispersão, certamente não se daria muito bem em atividades que exigissem concentração prolongada. Assim, seria mais interessante para você uma profissão que intercalasse tarefas fracionando o tempo de concentração em cada atividade.

Acredite, mas identificar suas habilidades através do exercício do autoconhecimento é a maneira mais eficiente para escolher seu curso superior.

3. PESQUISE SOBRE OS CURSOS

Depois de identificar em qual área do conhecimento tem melhor desempenho e quais são as suas habilidades, é hora juntar esses dois elementos e pesquisar sobre os cursos superiores que têm relação com os seus interesses.

Ao pesquisar sobre o curso você poderá selecionar aqueles que mais te interessam e assim recolher dados importantes referentes à grade curricular do curso, o que faz um profissional formado na área e como é mercado de trabalho para aquela profissão.

Desse modo, as informações para a escolha se tornam cada vez mais objetivas e concretas levando você à direção correta.

Outra sugestão é participar das feiras de profissões que muitas Instituições de Ensino Superior costumam realizar para divulgar seus cursos. Pois ao visitar essas feiras você tem a oportunidade de conhecer diversos cursos superiores e além de conhecer um pouco do que é realizado durante a graduação, você poderá conversar com os acadêmicos sobre as experiências deles e até questionar se eles já atuam na profissão como no caso de estagiários e aprendizes.

A escolha de um curso superior realmente não é uma tarefa fácil, exige pesquisa e planejamento para que seja tomada a melhor decisão baseada nas suas aspirações e habilidades.

Só então você estará pronto para tomar sua decisão.

Leia também: Qual é a diferença entre carreira e profissão?

Anúncios

5 comentários em “Dicas para escolha de um curso superior

  1. Olá Melissa Webler !!
    Excelente artigo, pois, esta é uma dúvida comum, principalmente para quem não quer seguir a profissão dos pais ou não tem nem um “norte” para escolher o que pretende ser ou fazer da vida.
    Me causou até um “revival” Lembro que fiquei dúvida entre administração e matemática, acabei com o tempo cursando os dois primeiro administração que na época me garantia emprego com salário regular e depois matemática que me permite lecionar.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Interessantíssimo este post! Minha filha está com 15 anos e iniciará o último ano para ingressar no Ensino Superior… Desde que ela iniciou o ensino médio tenho conversado com ela sobre este assunto, pois, em meu tempo de estudante, haviam os testes vocacionais para que pudéssemos fazer escolhas acertadas e não viéssemos a nos desmotivar durante os períodos que se seguiam nem que desistíssemos. Obrigado por tão esclarecedor artigo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s